loader image

CEAL Ludovico Pavoni

Associação das Obras Pavonianas de Assistência

Trabalhamos para minimizar as dificuldades relacionadas à Deficiência Auditiva, Intelectual e Transtornos do Espectro Autista (TEA), com objetivo de oferecer a essas pessoas, melhores perspectivas de vida. Desenvolvemos atividades que contribuem na edificação da cidadania e do desenvolvimento humano e social, integrado com as famílias.

Quem somos

Projetos

Como Ajudar

Contato

Design sem nome

Ajude o CEAL/LP com sua doação ou se tornando um parceiro/voluntário.

O nosso trabalho só é possível graças à Rede de Sustentabilidade, que nos permite manter e dar continuidade aos nossos projetos. Através de doações e parcerias com organizações do setor público e privado, podemos transformar as vidas de diversas crianças, jovens e adultos com deficiência auditiva,  deficiência intelectual e/ou espectro autista. Junte-se à nossa causa!

Público

Privado

Centro Audiológico

(61) 3349-9944, Ramal 207 (SUS - saúde auditiva)

(61) 3349-9944, Ramal 219 (SUS - aparelho auditivo)

(61) 3273-1354 (Particular)

(61) 98580-2348 (SUS - WhatsApp)

(61) 98580-2371 (SUS - WhatsApp)

(61) 98133-7578 (Particular - WhatsApp)

Contamos com uma equipe especializada, além de equipamentos modernos, a fim de oferecer o melhor atendimento, precisão de diagnóstico e tratamento. Atendemos pelo SUS e Particular/Convênios.

Notícias

Áreas de Atuação

Assistência Social

Atendemos diariamente 420 crianças e adolescentes com deficiência auditiva, intelectual e autismo, além de suas famílias, gratuitamente.

Educação

Temos um papel fundamental no suporte pedagógico de nossos usuários, visando garantir um efetivo acompanhamento no processo de aprendizagem, apropriação das habilidades de linguagem oral e escrita e desenvolvimento global da criança.

Saúde

São oferecidos, gratuitamente, serviços de otorrinolaringologia, neuropediatra, odontopediatra, fonoaudiologia, psicologia, terapia ocupacional, psicopedagogia, nutrição e serviço social.

Institucional

Filho de pais agricultores, Giuseppe Rinaldi nasceu em 1945, na Brescia, norte da Itália. Aos 12 anos ingressou no seminário para cursar o segundo grau e os trabalhos sociais da congregação com jovens carentes, ou em situações de risco, foram atraindo cada vez mais o jovem seminarista para o despertar para a vocação sacerdotal. 

Em setembro de 1980, o Padre Guiseppe Rinaldi chegou em Brasília e, já nesta época, carinhosamente passou a ser chamado de Padre José. Desde então, está à frente como diretor do Centro Educacional da Audição e Linguagem – Ludovico Pavoni (CEAL-LP). Atualmente, o Padre José é referência em Brasília na educação e oralização de crianças e jovens com deficiência auditiva, e, desde 2014, tem acolhido com muito carinho crianças com autismo e/ou deficiência intelectual.

Ludovico Pavoni nasceu no dia 11 de setembro de 1784, na Itália. O contexto histórico daquela época nos mostra que o período de seu nascimento foi cercado de guerras, miséria e fome, que se alastrava por várias regiões da Europa.

Quando atingiu a fase adulta, o jovem seguiu seu sonho de se tornar padre e seu trabalho foi tremendamente inspirador e necessário para uma época em que as ações sociais eram praticamente escassas.

O principal objetivo de Ludovico era educar e cuidar de todos os jovens que haviam tido a sua vida destruída pela guerra ou pelo período histórico, que era de grande dificuldade. 

Um dos objetivos de seu trabalho era impedir que os jovens acabassem se transformando em criminosos pela vida indigna que viviam. Seguindo em frente com o seu objetivo, Ludovico criou um orfanato para abrigar jovens e adolescentes que viviam na extrema pobreza.

Ludovico fundou, em 1838, uma das primeiras escolas para surdos-mudos. Outra instituição que é amplamente reconhecida pela sua vanguarda em educação e em projetos sociais – naqueles anos não se tinha notícia de uma escola parecida. Ainda com esse sucesso, o padre italiano fundou a Congregação Religiosa dos Filhos de Maria Imaculada, em 1847, o sucesso foi tamanho que todos os participantes da congregação ficaram conhecidos como “os pavonianos”, em homenagem ao padre.

Com um currículo invejável, o padre Ludovico Pavoni foi capaz de realizar feitos que são grandes até mesmo para os dias de hoje. No dia 1 de abril de 1849, apenas três anos após fundar a sua congregação, ele faleceu em função de uma pneumonia.

SGAN 909 Módulo B - Asa norte, Brasíla - DF, 70790-090

(61) 3349-9944 - Geral

(61) 3349-9944, Ramal 207 - Saúde auditiva

(61) 3349-9944, Ramal 219 - Aparelho auditivo

(61) 3273-1354 - Centro Audiológico (particular)

(61) 98133-7578 - Centro Audiológico (particular)

(61) 98580-2348 - Centro Audiológico (SUS)

(61) 98580-2371 - Centro Audiológico (SUS)