Fórum

Dia Nacional do Surdo

Há 164 anos, Dom Pedro II criava a primeira escola de surdos do Brasil, no dia 26 de setembro. Em 2008, a data foi escolhida para ser o Dia Nacional do Surdo. A criação da escola, que hoje é o Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), no Rio de Janeiro, foi um marco não apenas no Brasil, mas também na América Latina.
Estudo feito em conjunto pelo Instituto Locomotiva e a Semana da Acessibilidade Surda revela a existência, no Brasil, de 10,7 milhões de pessoas com deficiência auditiva. Desse total, 2,3 milhões têm deficiência severa. A surdez atinge 54% de homens e 46% de mulheres. A predominância é na faixa de 60 anos de idade ou mais (57%). Nove por cento das pessoas com deficiência auditiva nasceram com essa condição e 91% adquiriram ao longo da vida, sendo que metade foi antes dos 50 anos. Entre os que apresentam deficiência auditiva severa, 15% já nasceram surdos.
Há quase 50 anos o CEAL/LP trabalha para minimizar as conseqüências da deficiência auditiva com bebês, crianças, jovens e adultos.
Utilizamos o Método Aurioral que tem como principal objetivo incentivar o desenvolvimento da linguagem oral por meio do uso da função auditiva, promovendo assim maior possibilidade de independência pessoal e integração social do indivíduo.
Para o uso deste método, é essencial que a criança com deficiência auditiva frequente a escola regular e seja submetida à adaptação do dispositivo eletrônico que promova o acesso aos sons o mais precocemente possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *